Gráficos de performance semanal até 03/11

Dados são sempre excelentes formas de se entender a evolução do treinamento e se programar próximos passos. O problema é que, com o tempo – principalmente quando a meta ainda está distante – eles acabam se perdendo.

Para evitar isso, começarei hoje uma espécie de log semanal plotando três indicadores em gráficos aqui no blog: distância percorrida (em km), tempo na rua (em hh:mm:ss) e pace médio (em km/min).

A ideia principal para essa primeira fase do treinamento, até os primeiros meses de 2014, é apenas manter a consistência e evitar lesões. Depois disso, será a hora de aumentar distância e tempo na rua. O pace em si é menos importante para uma ultra do que para uma maratona, pois a meta (ao menos a minha) não é a de quebrar nenhum recorde. Por conta disso, tentarei sempre manter uma média entre 5:30:00 e 5:50:00 (pois isso inclui tempo perdido aguardando semáforos abrirem).

Esse primeiro gráfico incluir;a, apenas para ter como base, toda a semana de 21 a 27 de outubro, quando ainda estava voltando aos treinos no final da recuperação da Maratona de Chicago (em 13/10, que fiz em 3:38).

Sobre a semana de 28/10 a 03/11: Já plenamente recuperado, deveria manter a distância na casa dos 50km. No entanto, um treino em lugar diferente acabou fazendo com que me perdesse e acrescentasse alguns km inesperados a mais. Sem problemas: nada foi prejudicado e ficou apenas a adrenalina extra das “novas descobertas”.

Gráficos abaixo:

Gráfico de performance

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: