Correndo pela Serra da Mantiqueira

Que o Brasil tem alguns cenários deslumbrantes, disso poucos duvidam. E quando se corre por alguns desses cenários, sugando vistas incríveis em meio ao som ritmado dos passos e da respiração, não há como não se sentir abençoado pela simples existência.

Pedra do Bau

Meu domingo foi assim, correndo pela belíssima Serra da Mantiqueira, bem na fronteira sul de Minas com São Paulo, tendo a Pedra do Baú coroando as montanhas da região que pareciam perfurar um céu absolutamente azul e sem uma nuvem sequer.

Usar palavras como “treinamento”, “corrida” ou qualquer outra parece até forçar a barra. Afinal, estar em um cenário desses faz parecer que tudo o que se suou até então foi unicamente para aproveitar aquele instante – sem nenhuma relação com qualquer prova futura.

E, embalado pelo cenário, pelo silêncio e pelo sol, acabei transformando o regenerativo do domingo passado em um treino real, que incluiu 260 metros perfeitos de ganho de altitude em pouco mais de 11Kms entre montanhas , pequenos riachos e vilas como São Bento do Sapucaí, aos pés da Estrada do Quilombo.

Screen Shot 2014-01-26 at 8.51.31 PM

E se isso já foi há alguns dias, o próprio fato de estar ainda marcado na cabeça de maneira tão viva dá a dimensão do que foi passar por aqueles ares.

Aproveitar cenários assim em uma atividade tão zen como a corrida é realmente algo singular e que espero, do fundo do coração repetir muitas vezes!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: