Treinamento que funciona mesmo quando tudo dá errado

Há corridas que são simplesmente péssimas. Mesmo com céu azul, tempo sobrando e clima agradável, o corpo não responde.

A endorfina não faz efeito.

O estômago reclama.

A mente pensa em fazer meia volta o tempo todo.

Um pouco de náusea aparece do nada.

O percurso parece mais longo.

O esforço parece maior, como se estivesse em plena prova de 10K – mas, ao olhar o relógio, seu pace está no ritmo mais lento que consegue se lembrar.

Corrida, claro, sempre depende da infinidade de fatores que compõem o dia – e nem sempre eles estão a seu favor. O lado positivo é que, se conseguir cumprir a programação inteira, lutando contra todos os pequenos demônios internos que cismam em pedir clemência, você estará treinando não apenas o corpo, mas a mente.

Aguentar e seguir correndo apesar de estar sendo constantemente perseguido pelo temido muro, afinal, é sempre um tipo de habilidade que se precisa dominar antes de começar uma ultra.

Hoje foi exatamente assim. A mente venceu o corpo e, apesar da exaustão e de algum mal estar, o que restou foi aquela sensação de missão cumprida sempre bem vinda.

Hora de descansar.

20140201-103331.jpg

Anúncios

Um comentário sobre “Treinamento que funciona mesmo quando tudo dá errado

  1. Pingback: Relatório de treinamentos até 02/02: acomodação da carga | Rumo a Comrades 2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s