Checkpoint 6: Entrada em fase de aclimatação

Antes do post, uma explicação: a partir de agora, fecharei as semanas sempre com um checkpoint único comentando como foi o treino no período e quais as previsões para os próximos 7 dias. No total, considerando que são 22 semanas de treinamento para Comrades em 2014 (e desconsiderando o período de outubro a dezembro/ 2013), estamos hoje no checkpoint 6.

De acordo com o modelo de treino que estou adotando, essa semana foi importante por me colocar em uma outra fase – a de aclimatação. Nessa fase, entro na casa dos 80Kms semanais, onde ficarei por mais 6 semanas com algumas variações (principalmente reduzindo a rodagem em dias úteis e ampliando o tempo dos longões).

Em geral, a semana transcorreu bem, sem contratempos e com corridas bem aproveitadas mesmo considerando um princípio de gripe na sexta à noite. Ela teve seu efeito intensificado após o longão do sábado, quando a imunidade baixou um pouco, mas logo foi embora.

Em relação ao plano original, continuo ainda acumulando alguns quilômetros no banco (23Km, no total) – mas a completa falta de dor ou de qualquer desconforto está me tranquilizando.

Na semana que vem, uma nova viagem modificará o cronograma – mas apenas passando para segunda a tempo run e deixando terça como descanso. Essa semana que começa também trará uma mudança no sábado, com longão acima das 3 horas (3h10) pela primeira vez. Dado que, até o momento, nenhum problema apareceu nos longões (que chegaram a 2h55), não acredito que exista motivo para preocupação.

A planilha completa pode ser baixada clicando aqui ou na imagem da agenda, no final do post.

Gráficos da semana:

Screen Shot 2014-02-09 at 5.40.15 PM

 

Screen Shot 2014-02-09 at 5.40.34 PM

 

Agenda do período entre 10 e 16 de fevereiro:

Agenda da semana

3 comentários em “Checkpoint 6: Entrada em fase de aclimatação

Adicione o seu

  1. É meu amigo. Está chegando perto da prova e as etapas dos treinos vão mudando. Daqui para a frente o volume de kms acumulados serão o principal objetivo.
    Vejo que sua planilha de treino está bem planejada e com a mudança no estilo da pisada acho que a chance de aparecer lesões são mínimas.
    Algo que me preocupa é a queda da imunidade nos treinos longos. Uma gripe pode impactar muito o cronograma de treinos.
    Neste caso a alimentação conta muito para evitar este tipo de problema. Se quiser te passo o contato da minha nutricionista. Ela é especializada em esportes e tem muitas experiência em maratonas e ultramaratonas.
    Grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: