Checkpoint 13: Suspiro aliviado, maratona feita e Londres à vista

Ontem foi um dos melhores longões de todo o processo de treinamento. Não apenas pelo desaparecimento da dor no tornozelo, que com certeza preocupava, mas também por eu ter superado (mesmo que de leve) o marco de uma maratona com energia de sobra.

Acredito que de agora em diante será assim, como uma espécie de constante caminhada no limite entre treino e dor. Faz parte: se fosse fácil, não seria Comrades.

Mais um marco foi batido essa semana: superei os 1.000 km rodados desde 01/01, indicando que tudo vai bem.

Screen Shot 2014-03-30 at 11.55.55 AM

Do ponto de vista de performance, só quem perdeu um pouco foi o tempo: como pode ser visto nos gráficos abaixo, meu pace médio está acima da casa dos 6min/km. Mas, como o foco agora é mais tempo na rua e distância percorrida, não imagino que deva me preocupar tanto. Até porque, convenhamos, é um ritmo ainda muito bom para uma meta de bronze (sub-11 horas).

Screen Shot 2014-03-30 at 11.55.33 AM

Semana que vem… bom, semana que vem será mais um teste. Na sexta à noite embarco para Londres a trabalho, o que significa que o longão de sábado já era. Refiz toda a programação (veja abaixo) para pelo menos manter a meta de tempo na rua de cerca de 7h50. A semana seguinte – quando estarei lá – será ainda mais complicada. Mas um passo de cada vez.

Clique aqui ou na imagem abaixo para baixar a planilha completa da semana.

Screen Shot 2014-03-29 at 9.38.50 PM

Um comentário em “Checkpoint 13: Suspiro aliviado, maratona feita e Londres à vista

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: