Ultra longão feito!

Saí hoje às 6:30 da manhã com uma das mais difíceis missões do treinamento para Comrades: rodar entre 50 e 60km em um período de 6 horas, compondo assim o maior longão de todo o período.

Para complicar um pouco, estava ainda em processo de recuperação de uma gripe bem chata, incluindo algumas dores no corpo (principalmente na parte inferior das costas), um nariz incomodando e uma tosse que, volta e meia, se fazia presente.

O percurso: sair de casa e chegar à USP, fazendo 5 voltas por lá e regressando em seguida.

Missão dada, missão cumprida! Rodei um total de quase 54km em pouco menos de 6 horas, com um pace compatível com o que a saúde permitia.

Acabei me concentrando em cada volta, com o objetivo de chegar à Kombi do Seu João para comprar água, me hidratar e seguir caminho. Lá no fundo, tinha combinado comigo mesmo que, se estivesse me sentindo mal, abortaria antes da meta e voltaria para casa – decisão que seria tomada lá na Kombi, que virou uma espécie de posto de controle improvisado.

Não vou dizer que não doeu ou que o vírus da gripe não ficou pulando de alegria ao constatar o que certamente foi um massacre na resistência do corpo – mas fui até o final.

E, quando cheguei de volta, estava ainda impressionantemente inteiro – em condições absolutamente melhores do que as que terminei a Two Oceans (de 56K) no ano passado. E lá ainda havia um bônus: a vista inacreditável dos oceanos batendo nas encostas das montanhas sul africanas, algo certamente mais motivador do que cinco voltas pela USP sanduichadas entre cruzamento da ponte da Rebouças sob o nada inspirador Rio Pinheiros!

Quando terminei a Two Oceans, lembro que subi de volta para o quarto do hotel dividindo o elevador com uma corredora africana que deixou escapar um pensamento, meio que falando sozinha: “O principal longão já está feito; agora é só administrar o corpo e chegar bem na Comrades!”

É exatamente assim que me sinto agora, meio orgulhoso por ter feito a temida ultra do treinamento e por ter terminado tão bem, inteiro, mesmo considerando as adversidades.

Não tenho corrida programada para amanhã mas, se o corpo estiver ok, devo sair para uma regenerativa rápida, nem que seja de 5K só para completar os 100 da semana.

Mas sem pressão, claro. Se o corpo expressar qualquer tipo de vontade de descansar, obedecerei sem pensar duas vezes!

20140426-140532.jpg

Anúncios

Um comentário sobre “Ultra longão feito!

  1. Pingback: Checkpoint 18: Sentindo os efeitos do treino | Rumo a Comrades 2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s