Up-run: A largada

Quem, como eu, está indo para a África buscar a medalha back-to-back da Comrades, deve estar também se perguntando sobre as diferenças de percurso em relação ao ano passado. Tudo muda: a largada é em uma avenida ampla de uma cidade grande, sobe-se MUITO mais na primeira metade e chega-se em uma pequena vila interiorana encravada no meio do vale dos mil morros. 

Pois bem: um pouco de pesquisa nunca fez mal a ninguém e decidi sondar um pouco sobre as características do percurso da up-run. 

A primeira coisa que se fala é da semelhança: as ruas de Durban ficam tão cheias quanto as de Pietermaritzburg na madrugada, o clima é de festa com aquela dose a mais de ansiedade e o ar parece ser tomado com cantos de “shosholoza”. 

Mas há uma diferença crucial aqui – principalmente para quem largará mais ao fundo: o tamanho da avenida. 

Em Pietermaritzburg, a rua estreita acaba fazendo com que os corredores percam um bom tempo entre o tiro de largada e a linha em si – algo importante já que o tempo em Comrades se conta de forma corrida, independentemente de qualquer chip. 

Com mais espaço, há mais fluidez; com mais fluidez, mais capacidade de se recuperar o tempo perdido. Bom – mas com uma pequena observação: por ser a nonagésima edição, o volume recorde de 23 mil inscrições deve complicar um pouquinho, claro. A estimativa feita por Lindsey Parry, o técnico oficial da prova, é que quem estiver lá no fundo deverá perder algo como 6 a 7 minutos.

A partir daí, o ponto de maior estresse é a hidratação: como há muita gente acumulada, o congestionamento nos postos é alto e talvez valha a pena pular um ou dois (caso isso não acabe colocando a estratégia como um todo em risco). A vantagem da up-run, no entanto, é que ela já começa com 5km de subida – e isso ajuda BASTANTE a espaçar mais o field e a preservar uma espécie de “zona pessoal” de cada um. 

Com essa zona assegurada, ansiedade controlada e pace bem administrado, é hora de se deixar tomar pelo espírito real da prova em um dia que será ainda muito, muito longo. 

  

Um comentário em “Up-run: A largada

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: