Capítulo 3: União da África do Sul, entre o começo dos anos 10 e meados dos anos 20

Phil Masterton-Smith tinha tudo para se tornar uma daquelas pessoas invisíveis, que chegam e desaparecem da face da terra quase sem deixar vestígios: nascera pobre na minúscula vila de Bergville, a cerca de 150km da já pequena capital da província de Natal, Pietermaritzburg, e a mais de 200km da costa; sobrevivera por milagre a um surto de difteria que, como sequela, arrancara dele qualquer capacidade de falar em um tom de voz mais alto que um breve sussurro; e ainda precisara aprender a se impor em um mundo que tinha a hostilidade como uma espécie de padrão moral.

Para piorar, seus primeiros anos de vida foram marcados por perdas e dificuldades familiares devastadoras.

A primeira delas veio quando Phil tinha apenas cinco anos de idade e já estava matriculado no internato de Michaelhouse, em Pietermaritzburg. Logo que seu pai, o policial de cavalaria Harry Masterton-Smith, se aposentou, ele decidiu se mudar com a esposa e os filhos mais novos para Pretoria, quase 600km ao norte. Seria uma espécie de recomeço em uma cidade maior, mais rica e com mais oportunidades. A mudança, no entanto, cobrou um preço inesperadamente alto: enquanto eles ainda estavam se estabelecendo no novo lar, a mãe de Phil, Ursula, adoeceu e morreu.

Seria apenas o começo de um calvário que duraria até o final da sua adolescência.

Ainda uma pequena criança, enquanto procurava entender e lidar com a morte da mãe, seu pai se casou com uma amiga da família, Winnifred “Pom” Kathleen, e decidiu recomeçar a vida novamente, desta vez na Cidade do Cabo, 1.500km a sudoeste de Pretoria. O plano até que fazia sentido: eles comprariam e passariam a administrar um espaçoso asilo chamado Bonnytoun, levemente afastado do centro, onde também poderiam viver e eventualmente trazer para perto de si todos os cinco filhos.

Como estabelecer essa nova arquitetura de vida exigiria uma estratégia meticulosamente organizada, Harry e Pom decidiram primeiro seguir viagem sozinhos, mantiveram Phil e seus três irmãos – Edward, Owen e Arthur – no internato, e enviaram a única filha, Bernardine, aos cuidados de familiares.
Planos, no entanto, sempre teimam em desobedecer os desejos dos seus criadores.

Trazer os filhos de Harry e Ursula para viver sob o mesmo teto se mostraria uma tarefa dificílima não apenas pelo montante de dinheiro necessário para sustentar tanta gente, mas principalmente porque, como uma espécie de linha de produção humana, Pom logo daria à luz outros cinco filhos próprios.

Assim, com o tempo, os cinco primogênitos de Harry – Edward, Phil, Owen, Arthur e Bernardine – acabariam se conformando com o inevitável: estavam inevitavelmente destinados a crescer e a se criar longe da família de origem.

Não que isso tivesse significado uma separação definitiva entre eles: fosse em férias ou mesmo em eventuais temporadas mais extensas, os Masterton-Smith sempre davam um jeito de se reunir e de manter acesas as vãs esperanças de, um dia, viverem todos juntos.

O próprio Phil, inclusive, desenvolveu nesses momentos de reencontro as três mais próximas relações que tivera em toda a sua vida: com suas duas meias-irmãs, Jill e Biddy, e com sua madrasta, Pom.

Ainda assim, a Cidade do Cabo ficava a quase 1.700km de Pietermaritzburg – uma distância colossal para a África dos anos 20. Para uma criança, viver tão afastada das únicas pessoas que realmente se ama pode ser extremamente doloroso – e isso, somado às consequências da difteria que Phil tivera nos seus primeiros anos de vida e que o deixara semi-mudo, acabou pintando nele a figura de um sujeito frio, solitário e sempre imerso em seu próprio silêncio.

Engana-se, no entanto, quem acha que silêncio é a mera ausência de emoções. Em verdade, silêncio costuma ser justamente o oposto: uma prisão superlotada de pensamentos, observações e opiniões. Quando Phil Masterton-Smith deixou a infância para trás, todos esses pensamentos, observações e opiniões sobre o mundo acabaram finalmente encontrando uma saída para si, um meio para conseguir escapar de toda a angústia que os prendia.


 
Este livro está em pre-venda e toda a arrecadação será doada para o projeto Unogwaja. Saiba mais e compre clicando aqui ou na imagem abaixo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: