Daquelas pequeninas bênçãos maravilhosas

Acordar às 4:15 da manhã pode ser cansativo.

Pedalar por horas a fio dando tiros em ladeiras e produzindo ácidos que parecem esfaquear as coxas pode ser doloroso.

Desviar de carros mal humorados que cismam em se achar invisíveis pode ser irritante.

Acumular quilometragens insanas por semanas seguidas pode ser até hipnótico.

Mas nada, nem mesmo a somatória de todas essas exaustividades tão torturantes, bate a inenarrável sensação de ver o sol nascer em tons de laranja e vermelho sussurrados pelo mesmo ar que sopra tão escandalosamente o novo dia em nossos rostos.

São essas pequenas bênção corriqueiras, tão invisíveis para tantos, que fazem o próprio ato do esporte valer a pena.

2 comentários em “Daquelas pequeninas bênçãos maravilhosas

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: