Deu ruim no teste de limiar

Hoje era dia de um daqueles treinos chatos, irritantes, quase agonizantes: o teste de limiar na bike.

Fora o aquecimento e o posterior resfriamento, o objetivo era rodar em intensidade infartante por 20 minutos.

Não foi o melhor dos testes.

As pernas, muito cansadas, não responderam bem. O vento já largou contra, negando qualquer incentivo celestial a mim. A ciclovia da Marginal, em dia de feriado, estava lotada de gente, formando um conjunto irritante de obstáculos humanos.

Resultado: durante os 20 minutos, meus batimentos ficaram na casa dos 152bpm – abaixo do meu limiar – e a velocidade média oscilou entre 30km/h (no sentido contrário ao vento) e 35km/h (no sentido favorável). Na prática, para um teste desses, fui incrivelmente mais lento que o esperado e não consegui sequer fazer os batimentos espelharem o esforço que as pernas estavam fazendo.

Bom… não sei se o treinador usará esses dados para alguma coisa… mas já imagino que um outro teste deve ser parido nas minhas planilhas eventualmente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: