Como em todas as terças e quintas…

Rotinas, afinal, são rotinas.

E rotinas de treino ignoram agendas, épocas do ano, dias tumultuados de reuniões.

Às 4:15 da manhã, como em todas as terças e quintas, o despertador tocou.

Ele já nem precisa gritar seus ruídos estridentes como no começo: hoje, apenas toca com a suavidade de quem se sente quase desnecessário, ciente de que pálpebras se abrirão sozinhas de qualquer modo.

Como em todas as terças e quintas, levantei ignorando os já igualmente resignados protestos de Morfeu.

Coloquei frequencímetro, vesti bretele e camisa, desci até a garagem, liguei o carro e me movi metronomicamente, mecanicamente, quase inconscientemente, até os portões da USP.

Às 5:05, como em todas as terças e quintas, estava sobre o selim ouvindo o vento me relatar velocidades e ladeiras.

Às 7:00, pouco mais de 50km já haviam sido devorados.

Às 7:31, atrasado, entrei em casa.

Banho.

Café da manhã.

Brincadeiras com minha filha mais nova, de 11 meses – a mais velha já estava a caminho da escola.

Beijos na esposa e na bebê.

Trabalho.

E assim se inicia mais uma terça igual a todas as terças e quintas. Pelo menos desde agosto do ano passado.

E pelo menos até os últimos dias de maio deste ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: