Unogwaja, dia 6

Por milagre, mesmo depois de ter passado o dia anterior vomitando e terminado no hospital, David Tay, de Singapura, voltou. Pedalou desde o início e terminou inteiro, forte, completando 171km com subidas bem duras.

171km: mais que os 162 planejados para o dia porque, como estávamos bem, decidimos comer mais alguma distância para deixar o temido dia 8 mais leve.

Não foi uma ideia tão boa, no final. Pode parecer pouco, mas esses 9km a mais – todos ladeira acima – me deixaram destruído, mesmo considerando que estava perfeito durante todo o dia.

Há um remédio para isso: dormir.

Tínhamos um jantar-homenagem no Queens’ College, um colégio centenário da região que também está nos cedendo quartos para a noite. Todos esses eventos são importantíssimos para o Unogwaja, claro… mas confesso que a última coisa que queríamos depois de passar mais de 10 horas pedalando era um evento social. De toda forma, fizemos o que tinha que ser feito. E que venha amanhã!

(Com um detalhe importante: hoje superamos o marco de 1.100km rodados. Em seis dias.

Impressionante.

Ponto alto do dia: cruzamos Lady Frere, um daqueles vilarejos tão tipicamente africanos que pareceu que estávamos em um filme. Tinha vans velhas cortando um trânsito caótico, bodes atravessando a rua, pessoas de todos os tipos vendendo, comprando e discutindo sobre tudo. Sensacional testemunhar isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: