Isolamento pelo Corona, dias 6-8

Com a TV e a Internet concentradas nessa fase de notícias pesadas e pouco esperançosas, manter o otimismo é um desafio à parte. Algo que todos temos que aprender, creio: crises raramente são feitas de boas notícias, afinal.

Por aqui, foram três dias de reclusão semi-completa com direito a todo um mar de atividades com as crianças para afastar um dos seus maiores inimigos: o tédio. Julgo que conseguimos.

Mas… reclusão semi-completa?

Sim, semi-completa.

Saí para correr em vias vazias aqui perto de casa partindo do óbvio princípio de que, se não houver ninguém perto, também não há como eu contaminar ou ser contaminado com o COVID-19. Por enquanto, aliás, essa é inclusive uma das recomendações do próprio Ministério da Saúde.

Saí também para dar uma volta de carro com as crianças. Ver a rua, respirar o ar aberto, sair de casa – mantendo, claro, o isolamento social pleno.

Tudo dentro do permitido e dentro do bom senso.

Teremos dias difíceis pela frente e, em minha opinião, piorar uma situação já dramática, se auto-impondo quarentenas mais severas que o próprio governo pede, certamente não há de ajudar ninguém.

Quando o governo mudar a ordem, a ordem será seguida.

E hoje? Hoje estou em casa em reclusão total, trabalhando feito um psicopata enquanto crianças correm para um lado e para o outro. Essa nova rotina é de uma intensidade fantástica.

Um dia de cada vez. Um leão a cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: