Isolamento pelo Corona, dia 20; Haute Route, dia 2; Ironman Virtual Race, dias 1 e 2

Nada mal para uma quarentena.

Se o Haute Route virtual já era um desafio instigante o suficiente para gastar essa energia retida, outro evento apareceu para tornar tudo mais… digamos… divertido.

Ironman Virtual Race

Exatamente no mesmo período – entre 3 e 5 de abril – o Ironman decidiu lançar sua versão de prova virtual. As regras: cada atleta inscrito deve fazer uma sessão de corrida de 5km (substituindo o que seriam os 1.900m de natação por motivos óbvios), outra de 90km de bike e uma última de 21km de corrida. As sessões não precisam seguir nenhuma ordem ou ser executadas no mesmo dia: bastam ser feitas e marcadas, por exemplo, no Garmin ou no Suunto, relógios que enviam para o app do Ironman os dados de cada modalidade.

Pois bem: me inscrevi. Só uma situação de quarentena mesmo para permitir que façamos, simultaneamente, provas oficiais (embora virtuais) do Haute Route e do Ironman.

Fazendo o Iron e o Haute Route ao mesmo tempo

E, como ontem eu já tinha pedalado a etapa 1 do Haute Route pela manhã, consegui dar os meus pulos para correr 21km do Iron à noite. Correr não – voar. Nem eu imaginava que estava com tanta energia acumulada e que correr faria tão imensamente bem.

Terminei suado feito um porco e mal conseguindo me mexer – mas sem desanimar.

No dia seguinte, hoje, já amanheci no pedal para a etapa 2 do Haute Route: 25km com a subida mais tensa do Zwift, simulando o Alpe D’Huez. Não assassinei o pedal por saber que ainda teria muito pela frente – mas terminei com as pernas moídas.

Moídas… mas perfeitas para relembrar a sensação de correr em triathlons após a bike, com pesos virtuais extras que dão um grau diferente de dificuldade para cada movimento.

Hora, então, de sair da bike e emendar na sessão de 5km do Ironman Virtual.

O fim das duas sessões foi quase uma lavagem de endorfina.

Amanhã, o último dia dos dois desafios

A terceira etapa do Haute Route é longa: são 72km com 1.300m de subidas. A sessão de pedal do Ironman Virtual, por sua vez, precisa ter 90km.

Como resolver isso? Fazendo o óbvio: pedalando os 72km e continuando o giro por mais 18km, totalizando os 90 do Iron.

Não será exatamente fácil: 90km indoor com tanta subida significa pedalar por quase 4 horas no rolo, suando litros e com os olhos pregados em uma tela de computador.

Mas… é o que se apresenta. E também não vou dramatizar dizendo que é um problemão: meu nível de empolgação está tão alto quanto em provas tradicionais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: