O que fazer agora?

O último post que fiz aqui foi há mais de 15 dias. Não foi à toa: a aventura lá na África me fez repensar tanto as minhas próprias metas e ambições endorfinadas que me peguei em uma espécie de encruzilhada. O que fazer agora? Voltei do Unogwaja com a absoluta certeza de que nunca mais... Continuar Lendo →

Na Runner’s World

Lá em 2011, quando começava a correr as minhas primeiras provas, comprava essa revista para entender onde realmente estava querendo chegar e me inspirar com o mundo de histórias contidas em suas páginas. Hoje, 7 anos depois, me vejo justamente como uma dessas histórias. Dá um certo orgulho 🙂

Dia dos pais

Como muitos pais, todos os meus esforços na criação das minhas filhas são concentrados em dar a elas as ferramentas que julgo mais importantes para que elas construam as suas próprias vidas. Não são tantas ferramentas assim, sendo bem sincero - mas todas são absolutamente polivalentes. Não acredito, por exemplo, que seja possível compreender bem... Continuar Lendo →

Um saco

Ela pode ser boa pra aliviar a secura. Para acabar com as asmas que sufocam São Paulo. Para encher os reservatórios. Para fazer os olhos pararem de coçar. Para limpar um pouco a poluição. Para fazer desaparecerem os acessos de tosse da minha mulher. Para trazer aquela brisa úmida levemente fria que costuma soletrar alívio... Continuar Lendo →

Documentário Unogwaja 2018

Se alguém está pensando em se candidatar para o Unogwaja 2018, mas ainda não decidiu de verdade... bom, vale a pena ver esse documentário sobre a nossa jornada inesquecível deste ano:

Na pele

Há capítulos em nossas vidas que, de tão intensos, precisam ser marcados na pele. Agora é virar a página e começar alguma nova história.

Reencontrar o ritmo

A parte mais difícil de voltar aos treinos depois de terminar alguma prova grande qualquer, daquelas que demandam meses e meses de preparação, é justamente reencontrar o ritmo. O corpo, cansado de ficar cansado, lança seu peso sobre as pálpebras, as coxas e as origens ocultas da energia. As planilhas, ainda tímidas, parecem não entender... Continuar Lendo →

Olhando para os lados

Minhas próximas metas já foram definidas: BR135 em janeiro, MIUT em abril, Comrades em junho. De quebra, me inscrevi ontem nos 75km da Bertioga-Maresias em outubro desse ano. E sim, ainda tem alguma maratona qualquer, daqui até abril, qune será meu qualify na Comrades. Mas, ainda assim, exceto talvez pela MIUT, ainda sinto falta de... Continuar Lendo →

E agora? (Parte 2)

Feitas todas as considerações sobre o que vem depois do Unogwaja do ponto de vista... digamos... "interno" (veja aqui), resta ainda responder sobre o futuro. O que vem depois de uma aventura como essa? Pois bem: três ou quatro respostas apareceram. 1) BR135+: Já fiz a BR em dupla, mas agora a meta é fazer... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑