Corrida silenciosa

Pshh, pshh, pshh, pshh. Em silêncio, os passos foram desenhando ritmo nas ruas. Pshh, pshh, pshh, pshh. Treino de hoje: uma hora em ritmo de maratona. Sem podcast, audiobooks ou música nos ouvidos. Sem pensar em rotas diferentes: escolhi o percurso normal, óbvio, aliviando a mente de qualquer tipo de escolha. Hoje foi só ritmo.... Continuar Lendo →

A preguiça maratonista

Quando treinava para qualquer ultra - Two Oceans, Comrades ou a DUT - tinha um regime de horário extremamente rígido: tempo na rua, afinal, era uma das ferramentas de treino mais importantes. Me habituei a levantar às 5:00, a sair com tudo ainda escuro, a ver o sol nascer do parque. Cheguei a um ponto... Continuar Lendo →

Hora de começar o dia

Assim que o iPhone cantou 7 horas da manhã - um pouco mais tarde que o usual, diga-se de passagem - voei para a rua. O dia estava um pouco mais fresco que ontem, mas com um céu azul digno de um verão que ainda não chegou. Clima seco, talvez um pouco demais, mas suavizado... Continuar Lendo →

Resistindo ao sol

Acho que teria fratura por estresse se morasse no Nordeste. A pior coisa para mim é acordar em um dia de sol e céu intocavelmente azul e me dar conta de que é dia de descanso. Descansar? Para que, se clima seco praticamente impõe uma corridinha até o parque que, por sua vez, fica mais... Continuar Lendo →

Condicionamento de corpo e mente

Já escrevi sobre isso antes e repito agora: a capacidade de regeneração do corpo é algo impressionante. Basta treinar e ele se condiciona a tudo. Esse ano tive já duas ultras em provas, mais ou menos 4 ou 5 durante treinos, somadas a algumas maratonas e a meses que empilharam milhares de quilômetros corridos. Lesão?... Continuar Lendo →

Correndo no Rio

Há corridas que são cotidiano; e há corridas que são a mais pura inspiração. Hoje, por conta do trabalho, amanheci o dia no Rio - sob um céu sem nuvens e uma temperatura pouco acima dos 20 graus. Perfeição pura. Embalado pelo som das ondas, fui quase flutuando pela orla. Leblon, Ipanema, Arpoador, Copacabana com... Continuar Lendo →

Os três tempos do dia

Perder a corrida da quarta de manhã bagunçou toda a programação - ainda bem. Acabei tomando as ruas à noite - o que fez com que quinta cedo fosse perigosamente próxima demais. Depois das 17:00 da quinta, por sua vez, eu estaria impossibilitado de correr por conta de um novo teste ergoespirométrico agendado para hoje... Continuar Lendo →

Testemunhando o dia

Hoje o cansaço bateu. E forte. Já foi difícil levantar às 5, depois de um dia agitado, para tomar as ruas - mas essa dificuldade foi superada pela sensação de que todo o corpo estava absolutamente exausto. Não é que tudo doía: dor certamente não é a palavra certa. Tudo apenas se fazia presente, como... Continuar Lendo →

Faltam 37 dias

Falta pouco mais de um mês. A essa altura, o treinamento já começa a gritar para todos os mais de 18 mil inscritos. Alguns ficaram pelo caminho, seja por lesão ou por um compreensível temor. Outros sentem a empolgação correr no sangue a cada olhada para o calendário. O final da planilha já fica visível,... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑