Princípio da especificidade?

O princípio da especificidade diz que devemos nos focar quase que exclusivamente no esporte que temos como alvo. No meu caso, ao menos no curto prazo, esse esporte é a ultramaratona, que já tem a minha dedicação total desde 2013, quando me aventurei nos 56km da Two Oceans. Mas, inegavelmente, minha velocidade passou a cair... Continuar Lendo →

Meu primeiro triathlon

"Você entende que isso não tem nada a ver com as provas para as quais está treinando, certo?", perguntou o meu treinador em uma segunda-feira, logo depois de eu pedir para participar de um simulado de triathlon no Riacho Grande, aqui em São Paulo. Respondi que sim, mas que queria testar e entender a modalidade.... Continuar Lendo →

O que fazer agora?

O último post que fiz aqui foi há mais de 15 dias. Não foi à toa: a aventura lá na África me fez repensar tanto as minhas próprias metas e ambições endorfinadas que me peguei em uma espécie de encruzilhada. O que fazer agora? Voltei do Unogwaja com a absoluta certeza de que nunca mais... Continuar Lendo →

Tudo é uma questão de parâmetro

Enquanto eu estou aqui, empolgado com o passado no Unogwaja e o prospecto do futuro na BR135 e em um Ironman, recebo este vídeo abaixo do meu parceiro de jornada lá na África, o André Costa. Eu nem fazia ideia que algo assim existia - mas que é sensacional, é!!!

Na Runner’s World

Lá em 2011, quando começava a correr as minhas primeiras provas, comprava essa revista para entender onde realmente estava querendo chegar e me inspirar com o mundo de histórias contidas em suas páginas. Hoje, 7 anos depois, me vejo justamente como uma dessas histórias. Dá um certo orgulho 🙂

Dia dos pais

Como muitos pais, todos os meus esforços na criação das minhas filhas são concentrados em dar a elas as ferramentas que julgo mais importantes para que elas construam as suas próprias vidas. Não são tantas ferramentas assim, sendo bem sincero - mas todas são absolutamente polivalentes. Não acredito, por exemplo, que seja possível compreender bem... Continuar Lendo →

Um saco

Ela pode ser boa pra aliviar a secura. Para acabar com as asmas que sufocam São Paulo. Para encher os reservatórios. Para fazer os olhos pararem de coçar. Para limpar um pouco a poluição. Para fazer desaparecerem os acessos de tosse da minha mulher. Para trazer aquela brisa úmida levemente fria que costuma soletrar alívio... Continuar Lendo →

A história de Tim Don

Em 2017 ele destroçou o recorde mundial do Ironman aqui no Brasil. Em 2018, poucos dias antes de largar em Kona, a Meca desse esporte, ele foi atropelado por um caminhão e quebrou uma das vértebras. Como tratamento, ele optou pelo único que poderia curá-lo por completo - mas que também seria o mais doloroso:... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑