A chata chuva chata

A corrida é o mais simples e viável dos esportes. Pode até ter tempo feio como nos mais bíblicos dos torós - mas basta um pouco de bom humor e ele imediatamente se metamorfoseia em uma inesperada diversão. Escorregar e cair cinematograficamente? Não há corredor que não tenha enfrentado uma trilha úmida em condições adversas... Continuar Lendo →

Maratona de São Paulo: vencido pelo sol

Meta A: Sub-3h40m. Meta B: Sub-4h. Realidade: 4:15:11, já confirmados no site. Sendo bem direto: quebrei sem misericórdia na maratona. Quando cruzei a linha de chegada, já praticamente me arrastando, estava mais exausto do que quando terminei Comrades em junho. Com tanto treinamento feito e uma segurança tão forte quanto aos resultados, o que, exatamente,... Continuar Lendo →

Resistindo ao sol

Acho que teria fratura por estresse se morasse no Nordeste. A pior coisa para mim é acordar em um dia de sol e céu intocavelmente azul e me dar conta de que é dia de descanso. Descansar? Para que, se clima seco praticamente impõe uma corridinha até o parque que, por sua vez, fica mais... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑