Toalha jogada (ao menos ontem)

Há dias em que o cansaço é simplesmente demais e que o melhor a se fazer é desligar a planilha e ouvir o corpo. Ontem eu tinha natação e bike. Na prática, o que acabei tendo mesmo foi uma boa noite de sono.

Confiando nas pálpebras

Pálpebras, às vezes, sabotam nossos treinos. Tenho para mim que elas agem em conluio com o corpo, articulando planos secretos para usurpar ou impor sonos, abrir ou tapar ouvidos, parir ou exorcizar ímpetos quaisquer. Pois bem: hoje, pela primeira vez desde que passei a integrar o Unogwaja, as minhas pálpebras (e suas cúmplices ocultas) ganharam.... Continuar Lendo →

Zzzzzz….

Há dias em que a gente simplesmente não consegue ignorar o corpo. A previsão de ontem era para chuva nessa madrugada. Dormi cansado, moído, com dores por músculos que eu sequer sabia que tinha. Mas acordei pontualmente às 4:15 da manhã, pronto para ir à USP e rodar a uma hora que eu tinha previsto... Continuar Lendo →

A greve do corpo

É... acho que às vezes acontece. A rotina de treino estava tão puxada, tão intensa, que sábado o corpo simplesmente clamou por misericórdia. Não consegui acordar cedo para o longão de 35K planejado. Ou melhor: acordei às sete, vesti a roupa de corrida, calcei os tênis e... fiquei desmaiado no sofá da sala. Com as... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑