Ibirapuera, hoje pela manhã

Já fazia tempo que eu não corria cedo durante a semana. Desde que me mudei, meus treinos se encaixaram como uma espécie de modal de transporte: para otimizar o tempo, volto correndo do trabalho por percursos que, dependendo da programação, podem variar de 10 a 20K. É diferente. Principalmente pelo estilo do treino de hoje,... Continuar Lendo →

Hoje

De alguma forma, a cidade parece mais estática hoje. É como se houvesse alguma energia no ar, algo deixando os fios dos cabelos de pé, mas sem gerar aquela conturbação que costuma caracterizar explosões de estresse.  Está cedo, ainda antes das 6. As ruas estão desertas, o asfalto ainda não sentiu os primeiros raios do... Continuar Lendo →

Checkpoint 4: Obedecendo ao sol

Mais de 30 graus, sol a pino, céu sem nuvens. A planilha mostrava apenas um trote regenerativo de 45 minutos para fechar a semana com um volume menor do que a anterior e já entrar no "mini-polimento" por conta da Maratona da semana que vem. O bom senso mandava obedecer: o longão de ontem não foi... Continuar Lendo →

Resistindo ao sol

Acho que teria fratura por estresse se morasse no Nordeste. A pior coisa para mim é acordar em um dia de sol e céu intocavelmente azul e me dar conta de que é dia de descanso. Descansar? Para que, se clima seco praticamente impõe uma corridinha até o parque que, por sua vez, fica mais... Continuar Lendo →

O primeiro passo na estrada

Hoje foi o primeiro treino depois da Douro Ultra Trail, que corri no último sábado. Pernas ainda meio tensas, dores musculares desaparecendo em um gerúndio ainda lento, gripe indo embora. A sensação que tenho, principalmente com a gripe, é que o corpo dá uma espécie de "reboot" depois de um esforço tão extenuante quanto uma... Continuar Lendo →

Voando pela noite

Por algum motivo qualquer, eu simplesmente não consegui levantar cedo ontem. Sempre corro pela manhã, com o despertador já cantando nervoso e gerando alguns grunhidos da minha mulher a partir das 5:00. Mas ontem ele continuou ressonando solto, perdido, irritante. Até ser desligado. Em um raro rompante, eu desisti de sair às ruas e me... Continuar Lendo →

Testemunhando o dia

Hoje o cansaço bateu. E forte. Já foi difícil levantar às 5, depois de um dia agitado, para tomar as ruas - mas essa dificuldade foi superada pela sensação de que todo o corpo estava absolutamente exausto. Não é que tudo doía: dor certamente não é a palavra certa. Tudo apenas se fazia presente, como... Continuar Lendo →

Convivendo bem com os dias ruins

Depois de uma semana, a rotina já está de volta à vida. Saí para a rua na terça e quarta, me sentindo perfeitamente bem em ambos os dias e ainda melhorando substancialmente o pace médio. O plano de treino está chegando próximo ao fim, tendo sido cumprido quase à perfeição, e mesmo o cansaço que... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑