Pequena ultra particular

Não vou dizer que foi o longão mais incrível do mundo: havia esticado a noite anterior com amigos por mais tempo que o bom senso aconselharia e tive problemas com o estômago que, sem dúvidas, atrapalharam qualquer forma possível de concentração no percurso. Ainda assim, apesar disso tudo - e de um tempo muito mais... Continuar Lendo →

Maratona de São Paulo: vencido pelo sol

Meta A: Sub-3h40m. Meta B: Sub-4h. Realidade: 4:15:11, já confirmados no site. Sendo bem direto: quebrei sem misericórdia na maratona. Quando cruzei a linha de chegada, já praticamente me arrastando, estava mais exausto do que quando terminei Comrades em junho. Com tanto treinamento feito e uma segurança tão forte quanto aos resultados, o que, exatamente,... Continuar Lendo →

Hora de ficar sério

OK, nem sempre dá para ficar na poesia. A Maratona é no Domingo e acordei hoje com dores por todo o corpo - destacando os tornozelos e pés. Na prática, tinha uma sessão leve de 45 minutos agendada - e que cancelei. Troquei a rua por minutos a mais de sono. Nessa semana, terei então... Continuar Lendo →

A quebra da véspera

7 da manhã, quase madrugada para essa fase mais "solta" que meu relógio biológico está vivendo. Olhando para o sábado já claro, mas ainda com ruas desertas, fixei o relógio, liguei um podcast no iPhone e saí para um treino que prometia ser duro. Das duas horas previstas sob um sol que estava fazendo Sampa... Continuar Lendo →

Checkpoint 3: Empolgação

Dentre tudo o que aconteceu esta semana, uma palavra saltou das planilhas: empolgação. Não com a Comrades, lá no meio do ano que vem, mas com a Maratona de SP. O percurso é esquisito e cheio de cotovelos, a organização é tenebrosa e não existe o bônus de viajar para outra cidade, bebendo novos ares.... Continuar Lendo →

Em pleno sprint para a largada

Nunca tive tão pouco tempo para me preparar para uma maratona (a de Sampa, que utilizarei como qualificação para Comrades). É bem verdade que não tenho nenhuma meta assassina: preciso apenas de um sub-4 horas para conseguir largar do Curral D lá na África do Sul. Mas, como principal ponto contra, há os três meses... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑