Na Runner’s World

Lá em 2011, quando começava a correr as minhas primeiras provas, comprava essa revista para entender onde realmente estava querendo chegar e me inspirar com o mundo de histórias contidas em suas páginas. Hoje, 7 anos depois, me vejo justamente como uma dessas histórias. Dá um certo orgulho 🙂

Eu, em algum futuro?

Uma amiga minha me mandou, ontem, uma matéria super improvável do Economist (!) sobre a doideira de se fazer uma ultra. No caso da matéria, inclusive, a ultra utilizada como exemplo foi a Spartathlon - uma corrida entre Atenas e Sparta (245km) que precisa ser feita em até 36 horas. Não sei se um dia... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑