Ouvindo a mente

Tinha 1h30 para pedalar hoje na USP. Esta semana, por conta dos 53K do domingo, a ideia era recuperar o corpo e aumentar o volume gradualmente, de leve, até a próxima semana. No entanto, nem todas as planilhas e tecnologias e fórmulas matemáticas conseguem interpretar corpo e mente com a devida fidelidade. Eu deveria estar... Continuar Lendo →

Voltas difíceis

Já fiz provas de 50, 90, 160km em que a volta à normalidade não levou mais de dois ou três dias. Em provas longas, nosso compromisso é mais com a distância do que com o tempo (e, consequentemente, com a velocidade). Isso ajuda: por mais que correr por mais de um dia inteiro seja obviamente... Continuar Lendo →

Daquelas pequeninas bênçãos maravilhosas

Acordar às 4:15 da manhã pode ser cansativo. Pedalar por horas a fio dando tiros em ladeiras e produzindo ácidos que parecem esfaquear as coxas pode ser doloroso. Desviar de carros mal humorados que cismam em se achar invisíveis pode ser irritante. Acumular quilometragens insanas por semanas seguidas pode ser até hipnótico. Mas nada, nem... Continuar Lendo →

Entendendo Comrades

Os olhares no saguão de embarque do aeroporto de Guarulhos eram de reconhecimento. No portão 22, de frente para o avião ainda vazio da South African, alguns trajavam roupas com o logo de Comrades, outros - como eu - pareciam "disfarçados de civis". Mas, ainda que em silêncio, todos se entreolhavam como que buscando alguma... Continuar Lendo →

Por que corremos a Comrades?

Desde que realmente decidi correr a Comrades, em outubro do ano passado, tive como grande inimiga uma agenda de viagens absolutamente conturbada. Em geral, viajo pelo menos uma vez por semana - e sempre acabo sabendo em cima da hora, prejudicando planos e forçando ajustes em planilhas. Mesmo agora, escrevo este post de dentro de... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑