Pura felicidade

Há momentos em toda jornada em que se consegue olhar para trás e ser subitamente abduzido pela mais pura felicidade. A noite da sexta foi um desses momentos. Por meses, pesquisei as histórias do Phil "Unogwaja" Masterton-Smith, do Sidney Feinson e seus amigos soldados de meias vermelhas, do John McInroy e os Unogwajas modernos. Escrevi... Continuar Lendo →

Lançamento do livro Unogwaja em 18/05!

Não se esqueça de marcar na agenda: na sexta, 18/05, lançarei o livro Unogwaja, que conta toda a fantástica história dessa jornada que inclui atletas apaixonados, combatentes da Segunda Guerra, fugitivos de um Campo de Concentração e ideólogos loucos! Os dados do lançamento estão neste link e na imagem abaixo, para que já reservem nas... Continuar Lendo →

Eu no Corre89!

Sabe onde estava ontem de noite? Nos estúdios da 89FM, aqui na Av. Paulista, gravando o programa que irá ao ar neste próximo domingo sobre o meu livro e o desafio Unogwaja como um todo! O programa, ancorado pelo meu amigo Nishi, vai ao ar no domingo (13/05) às 20:00 - com gravação disponibilizada pouco... Continuar Lendo →

Agora é ir

O pico, ainda bem, passou. Foram 877km pedalados de sábado a sexta e mais 50km corridos no sábado passado - um simulado perfeito para que o corpo desenvolvesse um entendimento aproximado de como será a rotina na África. Aproximado, claro: tanto distâncias quanto geografias e temperaturas lá serão muito mais severas; por outro lado, as... Continuar Lendo →

Sétimo dia de simulado: 870K de pedal finalizados

870K de pedal finalizados. 877K, para ser mais preciso. Tudo inteiro. Tudo intacto. Tudo no seu devido lugar. Amanhã tem 50K de corrida e domingo... domingo é dia de respirar e de começar a planejar a parte prática da viagem, pois o preparo em si já está feito.

Dia 4 do simulado Unogwaja: 620km feitos

Mais inteiro que eu imaginava quando primeiro montei na minha bike, há uns 8 meses atrás. As dores, aliás, se concentram onde eu sequer imaginava. As pernas, por exemplo, estão intactas - somente horas depois do treino do dia é que as sinto pesadas, lentas, mas sem sinal nenhum de dor. Mãos e costas, por... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑