A parte mais inspiradora do Breaking 2

Breaking 2 foi um projeto da Nike, transformado em documentário pela National Geographic, com a missão de provar que o ser humano é capaz de correr uma maratona em menos de 2 horas. Para tanto, eles buscaram as condições ideais: um time perfeito de coelhos correndo em formação aerodinâmica, uma pista de corrida planíssima e... Continuar Lendo →

Eu, em algum futuro?

Uma amiga minha me mandou, ontem, uma matéria super improvável do Economist (!) sobre a doideira de se fazer uma ultra. No caso da matéria, inclusive, a ultra utilizada como exemplo foi a Spartathlon - uma corrida entre Atenas e Sparta (245km) que precisa ser feita em até 36 horas. Não sei se um dia... Continuar Lendo →

Vídeo: o Saara que eu perdi

Vou ficar aqui, babando neste vídeo. E torcendo para que, no ano que vem, eu possa aparecer por lá pelo Saara (já que nesse ano a Air Marroc complicou a minha vida nos 48 do segundo tempo).  

Documentário sobre o Caminhos de Rosa

Uma das provas mais sensacionais e duras que já fiz. Uma das paisagens mais incríveis - o sertão - tanto pelo visual quanto pelo emocional, embalado pelas tantas histórias do mestre Guimarães Rosa. Foram 140-150km corridos em 29 horas. Doeu. Emocionou. De certa forma, mudou o meu mundo como só eventos épicos costumam fazer. E... Continuar Lendo →

Saudades da Douro Ultra Trail

Minha primeira ultra fora do asfalto foi a Douro Ultra Trail, em Portugal, pouco tempo depois da Comrades de 2014. Por algum motivo qualquer, me peguei saudosista dela e das paisagens inacreditáveis que testemunhei - e decidi postar o vídeo promo dela aqui. Até hoje, anos depois, foi uma das melhores provas que já fiz,... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑